sexta-feira, 28 de junho de 2013

TABELA DE PREÇO E REGULAMENTO INTERNO DO HOTEL BRAGANÇA

Horário das refeições:
Almoço (mesa redonda) .............................. 09h30min
Jantar (mesa redonda) ................................ 16 horas
NB. Qualquer refeição fora destas horas será considerada extra.

Preços:

Pensão diária: almoço, jantar, quarto .................... 5$000
Almoço extra ..............................................................2$500
Jantar extra ................................................................3$500
Quarto para cada pessoa ........................................2$000
Um banho quente ......................................................1$000
Um banho frio, chuva ou de cascata ...................... $500
Assinatura mensal de banho frio ............................12$000

REGULAMENTO INTERNO

1º - O dia da chegada dos hóspedes será contado como uma pensão qualquer que seja a hora em chegarem.

2º - Os hóspedes que se não conformarem com o horário estabelecido para as refeições terão a bondade de declarar a hora em que querem ser servidos, vigorando então a tabela estabelecida para os extraordinários.

3º - Os hóspedes que querem ser servidos em seus aposentos pagarão mais 1$000 diários por pessoa.

4º - Os hóspedes são rogados a inscrever seu nome e residência fora de Petrópolis, no livro que o estabelecimento tem para esse fim, não só para a regularidade do serviço como para se poder reclamar do correio a sua correspondência e devolver a que viver depois de sua retirada.

5º - Para regularidade dos lançamentos, os pedidos de vinho ou outras quaisquer extraordinários só então satisfeitos à vista de cartões especiais firmados pelos hóspedes.

6º - Não é permitido aos hóspedes consumir vinho ou outras quaisquer bebidas que não sejam fornecidas pelo hotel.

7º - Os hóspedes que se ausentarem sem fazer a devida participação continuarão a pagar a sua pensão da mesma maneira que se estivessem presentes.

8º - O estabelecimento possui um serviço completo de campainhas elétricas, por meio das quais poderão os hóspedes chamar qualquer empregado, bastando para isso tocar no botão de marfim colocado no batente da porta, uma vez para o criado e duas vezes para criada, dando tempo suficiente para se acudir ao chamado. Para evitar qualquer desarranjo, pede-se aos hóspedes o obséquio de só se servirem das campainhas quando lhes for absolutamente necessário.

9º - As contas dos hóspedes serão extraídas e liquidadas todas as segundas-feiras.

Observações: Os hóspedes que tomarem cômodos para toda a estação calmosa (1° de Dezembro a 30 de Abril) terão direito a redução de 10%, sobre a despesa extraordinária.

Fonte:

TINOCO. José., Guia de Viagem, Typografia de L. Winter, 1885

Hotel Bragança, em meados do século XIX, ficava aonde hoje é a Rua Alencar Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário